UFABC: Mais de mil alunos participantes no programa Ciência sem fronteiras!

Posted in Principal / Posted By: admin
29
jun

A Universidade Federal do ABC atingiu recentemente a marca de 1410 alunos participantes no “Ciência sem fronteiras”, programa do governo federal que tem como objetivo aumentar a presença de estudantes e pesquisadores brasileiros em instituições de ensino no exterior.

Os Estados Unidos é o país que mais recebeu estudantes que ingressaram no “Ciência sem fronteiras” por meio da UFABC. Ao todo, as instituições de ensino norte-americanas foram o destino de 529 alunos. Os outros países que mais acolheram discentes da Universidade foram o Reino Unido, a Austrália e o Canadá, com 195, 169 e 147 alunos, respectivamente.

Esse programa busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. A iniciativa é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento – CNPq e Capes –, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC.

O projeto prevê a utilização de até 101 mil bolsas em quatro anos para promover intercâmbio, de forma que alunos de graduação e pós-graduação façam estágio no exterior com a finalidade de manter contato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação. Além disso, busca atrair pesquisadores do exterior que queiram se fixar no Brasil ou estabelecer parcerias com os pesquisadores brasileiros nas áreas prioritárias definidas no Programa, bem como criar oportunidade para que pesquisadores de empresas recebam treinamento especializado no exterior.

Mais informações, acesse o site do Ciência sem Fronteiras.

Aluno UFABC cria site com ‘guia de sobrevivência’ do bolsista Csf

Nascido em Borda da Mata (MG), o estudante de engenharia de gestão na Universidade Federal do ABC (UFABC), Peirol Gomes, de 25 anos, quis transformar sua experiência de bolsista do Programa Ciência Sem Fronteiras em uma oportunidade de ajudar outras pessoas que desejam estudar no exterior e têm dúvidas sobre como é exatamente a “vida lá fora”.

Site_mycsf_aluno-ufabc
Site reúne dicas para aspirantes a bolsa no Programa do governo (Foto: Reprodução)

“A ideia principal é que ele seja uma Wikipédia, totalmente colaborativo”, citou Gomes ao definir o projeto batizado de “MyCSF”, um site que reúne cartilhas, vídeos, depoimentos de bolsistas e outras informações que possam servir como um “manual de sobrevivência” dos bolsistas, com pretenção de se tornar uma “enciclopédia” no assunto de intercâmbio, de acordo com seu criador. O projeto usa o crowdsourcing (método para criação e captação de conteúdo por meio de pessoas do público) como principal força motriz.

O brasileiro ficou nos EUA entre junho de 2012 e agosto de 2013 como bolsista do CsF em engenharia da computação, e morou por dois meses em Boulder, no Colorado, onde fez um curso para aperfeiçoar o inglês, estudou nove meses na Universidade do Alabama em Huntsville e, por fim, finalizando o roteiro acadêmico na Universidade Stanford, na Califórnia, onde ficou por dois meses.

Fontes: Assessoria de Comunicação e Imprensa – UFABC / Divisão de Relações Internacionais UFABC / Site do Programa “Ciência sem fronteiras” / Matéria no site G1 – link para notícia